Diretor: Vitor Aleixo
Ano: XI
Nº: 541

Programa CED em Belmonte Voltar

O CED (Capturar, Esterilizar e Devolver) tem como objetivo criar mais condições para os animais, colónias, mas também para a comunidade em geral. “Com este programa queremos ajudar a saúde pública, o objetivo é capturar os gatos, esterilizá-los, vaciná-los e depois devolve-los ao seu meio-ambiente. Haverá uma veterinária para este programa que depois trabalhará em parceria com a veterinária municipal de Belmonte. Este programa ajudará muito na saúde dos animais, mas também na comunidade”, realça.

Sandra Bordalo diz que as pessoas podem entregar o seu formulário na Junta de Freguesia para identificar as colónias ou um grupo de gatos (por exemplo), para que depois de sinalizados se possa fazer a recolha, a esterilização e cuidados e depois a devolução.

O objetivo é também “sensibilizar a população para a importância deste projeto, que ajudará na saúde pública e na saúde dos animais”.

O programa CED já está implementado em alguns concelhos do país, nomeadamente no município da Guarda. “Foi um objetivo que tinha e consegui concretizar, agora espero que as pessoas fiquem sensibilizadas e nos ajudem”, diz.

Sandra frisa ainda que vários artistas e artesão da região oferecem peças e algumas imagens para serem vendidas para ajudar na compra para a ração e tratamentos dos gatos abandonados.

Mas Sandra deixa um agradecimento a todos que a têm ajudado nesta caminhada, como por exemplo à APAAE (Associação de Proteção e Apoio ao Animal Errante) de Castelo Branco, à Câmara Municipal de Belmonte e Junta de Freguesia de Caria pela implementação do programa CED no concelho.

Sandra e Luís continua a ter amor pelos animais e afirmam que tudo farão para os continuar a proteger. Nesta reportagem e conversa que tivemos, o objetivo é informar, mas também sensibilizar para a importância de agir contra os maus-tratos aos animais e promover os cuidados de higiene e segurança dos mesmos. A mensagem que Sandra quer passar é a de “cuide se puder, adote se conseguir, mas não maltrate nem despreze”. Um ato nobre que devemos sempre apoiar.

- 05 out, 2022