Diretor: Vitor Aleixo
Chefe Redação: Ricardo Tavares
Ano: XI
Nº: 534

Melhor Museu de 2022 na Covilhã celebra aniversário Voltar

O Museu da Covilhã comemorou dia 3 de agosto, um ano de abertura ao público.

Durante este período, o espaço cultural foi distinguido como “Melhor Museu do Ano”, o mais alto galardão da APOM - Associação Portuguesa de Museologia.

O troféu, que pode ser apreciado no Museu da Covilhã, foi desenhado pelo artista plástico Fernando Quintas, e representa o Conhecimento, a Arte, a Arquitetura e a singularidade das realizações humanas, tendo sido desenvolvido em vidro float, pedra talhada e azulejos do século XVIII. Teve como referência criativa a escultura Biblioteca Specularis, concebida para a exposição "Within Light/Inside Glass, an intersection between Art and Science" (Veneza, 2015).

Fazendo um balanço deste ano, o Museu da Covilhã recebeu um total de 6.654 visitantes. Do total de 67 visitas guiadas, o espaço acolheu 31 visitas de escolas, que contemplaram um conjunto de 870 crianças e adolescentes.

Além da portuguesa, o Museu foi visitado por pessoas de 24 nacionalidades distintas, oriundas de Espanha, Brasil, Holanda, Nepal, Itália, Colômbia, China, Índia, Ucrânia, Israel, Suíça, Escócia, Roménia, Turquia, Inglaterra, França, Alemanha, Síria, USA, Austrália, Polónia, Costa-Rica, Cuba e Venezuela.

Recebeu mais de 60 participantes nas duas Tertúlias “MC2: Movimentos Culturais Coletivos” subordinadas às temáticas “Museu Inclusivo, Percurso Imersivo” e “O Poder dos Museus”.

- 03 ago, 2022