Diretor: Vitor Aleixo
Chefe Redação: Ricardo Tavares
Ano: XI
Nº: 534

Manuel Cargaleiro recebeu “Honoris Causa” da UBI Voltar

O mestre Manuel Cargaleiro, ceramista e pintor português, recebeu no passado dia 22 de julho, na Universidade da Beira Interior, o título de doutor "Honoris Causa". Uma distinção recebida aos 95 anos de idade e que o artista diz ser única.

Ao longo da carreira de várias décadas conquistou prémios nacionais e internacionais, bem como diversas condecorações, sendo que a sua vida e obra do artista pode ser conhecida no Museu Cargaleiro, inaugurado em Castelo Branco, em 2005, com a missão de estudar, inventariar, conservar, interpretar, expor e divulgar a Coleção da Fundação Manuel Cargaleiro.

Emocionado e reconhecido pela distinção, Manuel Cargaleiro assegurou que esta distinção "tem um significado único”. O mestre sublinha que "esta homenagem é o máximo que eu podia receber na minha vida. Felizmente que ela chegou aos 95 anos. Tem uma importância enorme pelo significado que tem, porque eu nasci na Beira Baixa. Eu sou de cá”.

A cerimónia contou com a presença da vice-presidente da Assembleia da República, Edite Estrela, e do secretário de Estado do Ensino Superior, Pedro Teixeira, entre outras personalidades. O percurso de Manuel Cargaleiro foi apresentado Fernando Ferreira Pinto, advogado, doutorado em Ciências Jurídicas e docente da Universidade Católica Portuguesa, padrinho do novo doutorado da UBI. “Pela sua obra, pelos seus valores culturais, na sua expressão humanística mais grandiosa, o postulante é inquestionavelmente digno do reconhecimento desse grau”.

“Estou absolutamente convicto que esta homenagem que a universidade da sua terra lhe presta calará muito fundo no coração do mestre. Assim é, porque se trata do justíssimo reconhecimento do que ele fez e do legado cultural que deixa nesta região”, acrescentou.

Para o reitor da UBI, Mário Raposo, a atribuição da mais alta distinção honorífica da universidade a Manuel Cargaleiro foi aprovada por unanimidade e constitui uma “honra” para a própria instituição, sendo que também “fortalece” e “dá ânimo” à universidade.

“A atribuição do doutoramento ‘honoris causa’ a Manuel Cargaleiro encerra com brilhantismo este ano letivo da UBI. Honrar quem, pelo percurso de vida e dimensão artística, nos honra ao ingressar no nosso colégio de doutores fortalece-nos e dá-nos mais ânimo para enfrentar os desafios que se nos colocam no ano que se avizinha”, disse Mário Raposo.

Mário Raposo apontou ainda que a UBI mantém vivo o compromisso que assumiu com a sociedade, “por via da criação e transferência do conhecimento, como agente promotor da responsabilidade social e ambiental, colaborando na definição de políticas públicas e na articulação entre a criatividade e a cultura”.

Entre as diversas obras da sua autoria contam-se a passagem para cerâmica das estações da Via Sacra do Santuário de Nossa Senhora de Fátima; os painéis de cerâmica para o Jardim Municipal de Almada; o painel de azulejos para a fachada da nova Igreja de Santo António, em Moscavide; uma medalha da autoria do escultor Lagoa Henriques para comemoração do 25º aniversário da atividade artística de Manuel Cargaleiro; e os painéis de azulejos de diversos locais públicos em Portugal, e da estação de metro “Champs-Élysées - Clemenceau”, em Paris.

- 25 jul, 2022