Diretor: Vitor Aleixo
Chefe Redação: Ricardo Tavares
Ano: XI
Nº: 521

Confraria da Cherovia e Panela do Forno da Covilhã entroniza 50 confrades e avança com vários projetos gastronómicos Voltar

A Covilhã encheu-se de cor, alegria e amizade. No passado sábado, dia 9 de abril, meia centena de confrades da Confraria Gastronómica da Cherovia e da Panela do Forno da Covilhã deram o primeiro passo para a efetivação da confraria. Constituída em setembro de 2019, a pandemia adiou o dia grande de uma confraria, a entronização dos seus membros, que isto dizer, o assumir o compromisso através da imposição das insígnias de defender os produtos que protagoniza.

 

A igreja da misericórdia foi o ponto da partida, mas foi na principal sala de visitas da Covilhã, o salão nobre nos passos do concelho que tudo aconteceu. Um a um, cada confrade prestou juramento com a mão sob a panela e saboreou a cherovia na forma tradicional. Confrarias madrinhas foram a da cereja, azeita e feijoca de Manteigas, e estiveram presentes outras confrarias de outras partes do país e de Macau.

 

A confraria nas palavras do chanceler (presidente da direção) Eduardo Cavaco apontou os caminhos para 2022: o reforço na promoção turística através da gastronomia, o ambiente com a rota da cherovia na freguesia do Ferro, a promoção da restauração da cidade e concelho, e anunciou a realização do próximo capítulo em junho fora do concelho da Covilhã.

- 11 abr, 2022