Fundadores: Vitor Aleixo e Ricardo Tavares
Diretor: Vitor Aleixo
Chefe Redação: Ricardo Tavares
Ano: XI
Nº: 517

Castelo Branco e Guarda entre os distritos onde as insolvências aumentaram Voltar

O ano de 2021 terminou com um total de 4.770 insolvências, menos 230 que no ano anterior. Este é o total mais baixo desde 2018. Novembro foi o mês com maior número de insolvências (510) com a média mensal a situar-se nas 434 insolvências. As constituições registaram um aumento de 10,4% com a criação de 41.507 novas empresas.

Os dados foram publicados pela consultora Iberinform, especialista em soluções integradas e personalizadas de gestão de risco, que oferece um serviço abrangente a todo o ciclo de negócios das empresas, de forma integrada.

Os distritos de Castelo Branco e da Guarda estão no grupo que viu o número de insolvências aumentar no ano de 2021, com 6,9% e 2,7%, respetivamente, em comparação com o ano de 2020.

No âmbito da constituição de novas empresas, no distrito da Guarda houve um aumento de 2,9% em 2021, enquanto o distrito de Castelo Branco registou um decréscimo de empresas criadas em 2021, menos 4%, comparativamente ao ano anterior.

Em 2021, no total nacional, as constituições atingiram um total acumulado de 41.507 novas empresas, mais 3.918 em termos homólogos (10,4%).

Por setores, registam-se decréscimos nas áreas de: Comércio a Retalho (-15,2%); Transportes (14,4%); Indústria Transformadora (-10,6%); Comércio por Grosso (-6,5%); Comércio de Veículos (-4,2%), Agricultura, Caça e Pesca (-3,3%) e Outros Serviços (-2,5%). Face a 2020 houve aumento das insolvências na Indústria Extrativa (60%), Eletricidade, Gás, Água (30,8%), Telecomunicações (12,5%), Construção e Obras Públicas (6,9%) e Hotelaria e Restauração (6,7%).

- 21 jan, 2022