Fundadores: Vitor Aleixo e Ricardo Tavares
Diretor: Vitor Aleixo
Chefe Redação: Ricardo Tavares
Ano: XI
Nº: 517

Continuar a ser resiliente Voltar

Em tempos em que ainda lidamos com uma pandemia, a resiliência é a palavra que deve estar na ordem do dia para quase tudo o que fazemos na nossa vida e nas ações que desempenhamos. Sabemos que não é fácil a época que estamos a passar, mas a mesma deve servir de experiência para a mudança de muitos comportamentos na nossa vida. Sou daqueles que defende uma maior união e coesão em tempos de crise e defendo também que os jovens têm um papel fundamental, pois a sua ação deve ser piorneira para conseguirmos dar a volta a esta situação.

Teremos sempre que ter na resiliência, no debate de ideias e na apresentação de soluções, um combate diário para que consigamos combater três vírus que nos assolam: o da pandemia, o do desemprego e o da desinformação.

Para o primeiro deles teremos sempre de manter a responsabilidade para debelar a crise sanitária, ter cuidado e aplicar todas as regras para que minimizemos esta situação.

Depois teremos que ser empreendedores, ter ideias e positividade para conseguirmos encontrar soluções. O Governo e as instituições têm responsabilidade acrescida nestas situações, mas também terá que ser a sociedade civil a trabalhar para a resolução dos problemas, a ser parte ativa nos mesmos, a não baixar os braços e a ter ideias, debater e não se agarrar apenas ao pessimismo habitual de quem se lamenta e nada faz para resolver os problemas.

Em terceiro lugar temos também que combater o vírus da desinformação e quantidade da mesma, tendo de haver sempre uma triagem para que não se façam «alaridos», nem se gere mais confusão. A informação credibilizada é essencial para evitar o pânico e ajudar as comunidades a tomarem decisões acertadas.

É com este triângulo que tentamos perceber o que fazer para minimizar os estragos causados pela pandemia, e agilizar processos, tendo sempre em conta a melhoria dos nossos comportamentos e atitudes.

É necessário ser ativo e reativo, não criar pânicos e conseguir e acreditar que é possível ultrapassar todas estas problemáticas com sentido positivo.

Uma sociedade positiva, protegida e informada é o segredo para «fintar» os problemas trazidos pela pandemia e pegar nela e tirar lições positivas para não repetirmos alguns erros do passado.

 

 

Vítor Aleixo, diretor

- 18 jan, 2022