Fundadores: Vitor Aleixo e Ricardo Tavares
Diretor: Vitor Aleixo
Chefe Redação: Ricardo Tavares
Ano: x
Nº: 493

Rotas Beirãs: Centro Ciência Viva da Floresta, uma nova forma de conhecer a natureza em Proença-a-Nova Voltar

Gosta de natureza e de tecnologia e quer aliar as duas coisas uma à outra, aumentando o seu conhecimento ao mesmo tempo? Então o Centro Ciência Viva da Floresta é o local ideal para ir visitar este Verão, em Proença-a-Nova. Uma imersão no mundo da floresta portuguesa em que pode tocar, sentir os cheiros e os materiais da nossa floresta e em que pode realizar imensas atividades e desafios, aptos para todas as idades e para todos os gostos. Existem três pilares que norteiam o centro: floresta como fonte de bem-estar, de vida e de riqueza. O espaço tem sido constantemente renovado e modernizado e tem cada vez mais tecnologia incluída ao serviço dos visitantes para uma experiência mais imersiva e especial. Tem ainda um laboratório em que os visitantes podem ficar a conhecer mais em detalhe diversos produtos regionais, fazendo análises por exemplo ao vinho, ao azeite, ao mosto etc. O espaço tem também programas específicos para escolas que queiram visitar e conhecer o espaço e também programas de ciência adaptados a cada família ou grupos até cinco pessoas, em que são os próprios clientes que escolhem as atividades de uma lista extensa na hora e com o custo de apenas 1 euro por pessoa. Mais uma forma de trazer pessoas ao centro para viverem uma experiência desenhada por si, ao seu gosto e em que conseguem fazer o que mais gostam num espaço que tem tanta variedade de atividades. O difícil vai ser escolher só algumas! Existe ainda uma mediateca, um auditório, um bar muito característico chamado “Bar da Floresta” (como só podia ser claro) e uma loja com imensos produtos muito criativos e que agora também já vende estes produtos online. Uma bela forma de enriquecer o seu conhecimento e da sua família nestas férias de Verão, conhecer melhor a nossa região e ter um contacto diferente com a natureza, aprendendo sobre esta e podendo depois aplicar os conhecimentos na prática do dia-a-dia na natureza que nos rodeia. Aproveite!

- 14 jul, 2021
- Fernando Gil Teixeira