Diretor: Vitor Aleixo
Ano: XI
Nº: 550

Estudo sobre a imunidade à Covid-19 na Cova da Beira aberto a novos voluntários Voltar

O projeto CICS4COVID – Testar, Rastrear e Inovar no Diagnóstico da COVID-19 está a iniciar uma nova fase do estudo que pretende avaliar a evolução da imunidade na população da Cova da Beira a esta doença. Estão abertas as inscrições para novos voluntários que podem ser pessoas não vacinadas contra a COVID-19, abrindo o leque de colaboração a qualquer adulto que tenha contraído a infeção respiratória.

A investigação, em desenvolvimento no Centro de Investigação em Ciências da Saúde da Universidade da Beira Interior (CICS-UBI) desde 2021, pretende avaliar a imunidade na sua região e a evolução temporal da mesma. A participação consiste da disponibilização de uma pequena amostra de sangue, que é recolhida pelos investigadores envolvidos no estudo, nas instalações do CICS-UBI. Esta colaboração pode ser interrompida em qualquer fase, estando assegurado que não há qualquer risco para a saúde dos voluntários.

Para participar no estudo, os interessados deverão contactar a equipa de investigação através do e-mail cics4covid@fcsaude.ubi.pt ou do telefone 275319700 (extensão 5031).

Além do benefício direto do conhecimento da própria imunidade ao SARS-CoV-2, a colaboração no projeto contribui para compreender a situação na zona geográfica. Tem também a vantagem indireta de poder ajudar no desenvolvimento de um novo método de diagnóstico da COVID-19.

O CICS4COVID – Testar, Rastrear e Inovar no Diagnóstico da COVID-19 é coordenado pelo docente e investigador da Faculdade de Ciências da Saúde (FCS), Cláudio Maia, e envolve ainda diversos elementos do CICS-UBI (Ana Palmeira de Oliveira, Cândida Tomás, Carla Cruz, Carlos Gaspar, Fani Pereira de Sousa, Graça Baltazar, Miguel Castelo-Branco e Sílvia Socorro) e bolseiros de investigação contratados através do projeto.

O CICS4COVID é cofinanciado na sua componente de Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional (FEDER), através do Programa Operacional Regional do Centro, e na sua componente nacional pela Fundação para a Ciência e a Tecnologia.

Desde o início, o projeto contou já com 1.125 participantes (com colheitas realizadas) e 2.406 testes efetuados.

- 25 nov, 2022