Diretor: Vitor Aleixo
Chefe Redação: Ricardo Tavares
Ano: XI
Nº: 521

Exposição e livro «Dicionário da Invisibilidade» apresentados na Biblioteca Municipal da Sertã Voltar

A exposição das ilustrações de André Carrilho presentes no livro «Dicionário da Invisibilidade», da SOS Racismo, foi inaugurada no passado dia 23 de maio na Biblioteca Municipal Padre Manuel Antunes, na Sertã. A inauguração contou com a presença de José Falcão e Piménio Ferreira, ambos do Movimento SOS Racismo, que explicaram o mote para esta exposição e aproveitaram a oportunidade para apresentar o livro que lhe deu origem.

Perante uma plateia de jovens alunos provenientes do Agrupamento de Escolas da Sertã e da Escola Tecnológica e Profissional da Sertã, José Falcão e Piménio Ferreira discorreram sobre a exposição e o livro, que têm como propósito “retirar da invisibilidade cerca de três mil protagonistas que estiveram na linha da frente das lutas sociais um pouco por todo o mundo”.

As 20 ilustrações de André Carrilho, que podem ser visitadas diariamente no hall de entrada do edifício da Biblioteca Municipal Padre Manuel Antunes, retratam figuras mais ou menos conhecidas como Zeca Afonso, Alcindo Monteiro, Phoolan Devi, Fernando Ka, Fannie Lou Hamer ou Agostinho Neto. “A ideia deste projeto – exposição e livro – é que as pessoas passem a conhecer protagonistas que desconheciam”, referiu José Falcão, acrescentando que o «Dicionário da Invisibilidade» pretende igualmente “alertar para a necessidade de trabalhar para que não se perca a ideia de que a história da humanidade foi e continuará a ser dita e escrita por todos os povos do mundo”.

No final e após a apresentação de um conjunto de excertos de um documentário sobre as questões do racismo, teve lugar um pequeno debate com os jovens presentes acerca das questões enunciadas.

Esta exposição esteve já patente ao público noutros locais do país como Lisboa, Amadora, Setúbal, Porto, Lagoa ou Funchal.

- 26 mai, 2022