Fundadores: Vitor Aleixo e Ricardo Tavares
Diretor: Vitor Aleixo
Chefe Redação: Ricardo Tavares
Ano: XI
Nº: 517

Pedro Chagas Freitas desenvolve escrita criativa junto da comunidade escolar em Penamacor Voltar

O escritor Pedro Chagas Freitas está a desenvolver uma atividade de escrita criativa junto da comunidade escolar do Agrupamento de Escolas Ribeiro Sanches (AERS).

Esta iniciativa, desenvolvida no âmbito do Plano Integrado e Inovador de Combate ao Insucesso Escolar (PIICIE) do Município de Penamacor, arrancou esta segunda-feira, dia 17 de janeiro, sendo que será realizada uma sessão por mês, até junho, em cada uma das três turmas envolvidas no projeto.

A próxima sessão acontece no próximo dia 21 de janeiro, sexta-feira, entre as 8:40 e as 10:10, na sede do AERS. Durante a primeira sessão, os alunos foram divididos em grupos, tendo sido dinamizados vários exercícios, com recurso a jogos, incentivando cada um deles, de uma forma criativa e divertida, a escreverem um texto ficcional. Cada aluno escolheu, ainda, um nome fictício pelo qual será tratado durante as sessões, sendo que o resultado e os nomes escolhidos resultaram num momento bastante divertido.

Este projeto pretende proporcionar uma experiência diferente e positiva para os alunos e para os professores. Pretende igualmente que os alunos criem uma relação melhor e mais estreita com a língua portuguesa, com a leitura e sobretudo com a escrita, contribuindo, desta forma, para a melhoria do desempenho escolar dos alunos. Nas palavras de Pedro Chagas Freitas, estes tipos de atividades são fundamentais para os alunos: “Mais que o resultado final, o que interessa é o processo. Primeiro diverti-los e depois fazê-los perceber que escrever é divertido, derrotando a ideia de que escrever é uma seca. Querermos fazer coisas diferentes e sair um bocadinho da caixa é fundamental. O método é trazer o jogo e a diversão ao processo de escrita e fazer com que os alunos escrevam quase sem repararem que estão a escrever. Quero que percebam que escrever é uma coisa perfeitamente natural, que todos temos essa capacidade e que todos sabemos pensar de uma maneira própria”.

- 18 jan, 2022