Fundadores: Vitor Aleixo e Ricardo Tavares
Diretor: Vitor Aleixo
Chefe Redação: Ricardo Tavares
Ano: X
Nº: 457

Voz Popular: Casas China abertas no Fundão durante o confinamento. É legal? Voltar

A cidade do Fundão e os comerciantes que viram os seus negócios serem hoje encerrados para pelo menos um mês de confinamento, acordaram hoje com uma inesperada novidade. Para além dos comércios de bens essenciais, farmácias e todos outros espaços que se haviam mantido já abertos no primeiro confinamento, também as Casas China do município estão a laborar no dia de hoje e já com informação na porta de que o farão durante todo o confinamento, com horários alargados, segundo chegaram várias denúncias ao nosso Voz Popular durante a manhã de hoje.

Tal deve-se ao facto de atualmente este tipo de lojas vender produtos considerados bens essenciais, como bens de higiene, saúde e ainda alimentares.

No entanto, o governo estabeleceu que todos os estabelecimentos abertos deviam retirar dos seus expositores todo e qualquer produto que se refira a bens não essenciais, como: roupa, livros, decoração, entre muitos outros. É aliás o que estão fazer atualmente os hipermercados por exemplo, a retirarem esses produtos das suas prateleiras. Pelo contrário estas Casas China continuam atualmente a manter a mesma gama de produtos que apresentam habitualmente, o que levanta várias questões quanto à possibilidade de se manterem abertas.

Segundo o governo, cabe à ASAE a fiscalização deste mesmo cumprimento.

- 15 jan, 2021
- Fernando Gil Teixeira